terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

farra de fim de semana

Esse espírito de estar indo embora em tão pouco tempo me faz ter vontade de aproveitar cada segundo quano estou perto dos que gosto. Nesse final de semana não foi diferente, eu e as meninas primeiro fomos gastar uns dólares básicos na outlet, foi a festa das compras, passamos pela Guess, Nike, Rebook, Adidas, Nine West, entre outras. Acabou que eu nem comprei muito, não tudo o que queria pelo menos, ainda quero um vestidinho pra usar com um cinto lindinho que achei numa loja num outro dia. Mas comprei sapato, finalmente um óculos de sol, tenis e uma jaquetinha que ahcei muito fofa!
Depois de compras e gastanças, fomos pra casa de um amigo, onde fizemos A festa. Tudo começou com uma idéia de fazer nhoque. As batatas já estavam amassadas, cozinhas e lá fui eu (claro né, a metida na cozinha) tentar dar um jeito naquilo, acabou que depois de uma hora e de muita farinha por todo o lado, os nhoques ficaram prontos. E bem gotosos. No meio da produção coloquei outras pessoas no trabalho de enrolar e cortar, e mais tarde de cozinhar, eu fui me divertir com a galera que tava na sala, jogando X-Box. X-box pra quem não sabe é um video-game que está super em alta, agora eles lançaram um jogo que não se usa controle, ele tem uma camera que escaneia o teu corpo e daí tu só se mexe pra controlar, foi o que jogamos. Eramos o bonequinho e então tinhamso que pular, se abaixar, ir para um lado e para o outro para passar pelos obstáculos. Acabou que o troço é super cansativo. A parte engraçada do jogo é que, depois de todo aquele exercício e poses estranhas que fazemos, aparece uma sessão de fotos que o aparelho tira durante o jogo, são as mais engraçadas. Fazia tempo que eu não queria tanto ter um video-game em casa.
No dia seguinte fomos num restaurante Japonês,  aqueles onde os caras fazem a comida alí, na tua frente. O que preparou a nossa comida era super simpático, sempre fazendo piruetas com a comida e fazendo gracinha pras crianças que estavam com um casal na mesma mesa em que estávamos. Comida boa e atendimento de primeira.
Agora eu voltei ao fazer as malas, pois neste momento não é simplesmente tocar tudo lá dentro, é analizar mais do que muito bem tudo o que tenho, o que fica e o que vai. Já dei umas coisinhas pra Daiane e separei outras pra outra amiga minha que sei que vai gostar. Livros eu dei com muita dificuldade quase todos, me sobraram três, dos quais dois irão comigo. E é isso, pouco a pouco e me preparo, mas a ficha ainda não caiu, não parece que tão logo eu estarei lá, naquele lugar que conheço tão bem, que ainda lembro dos barulhos dos passaros na pracinha, do trêm passando, da vizinha chata xingando, do salto da minha irmã batendo no chão quando ela chega tarde em casa depois da aula. Ai, ai.. que ansiedade. 


5 comentários:

JP disse...

Amiga foi muito bom ter voce aqui em casa no findi. O melhor mesmo foi a farinha q ainda nao saiu kkkkk. O jogo do corpo chama Kinect! Em breve estarei no Brasil pra visitar!

Mandy Anita disse...

Nossa ta chegando!
Qto vc pode trazer de excesso de bagagem e qto paga por isso, sempre tive essa curiosidade, pq minha mãe trouxe muita mala da europa o que ela não pode trazer mandou 3 caixas enormes pelo correio junto com minhas tias gostaria de saber se ai é assim tbm?
Bjão

Suelen disse...

Nossa...como deve ser ja estar voltando e nós nessa ansiedade para poder ir...boa sorte para você...me segue...bjokas
ah esse game é muito legal né, meu boyfriend vende esses aparelhos kinect.

Anônimo disse...

oba vamos conhecer o jp
e.

**jOsi** disse...

ueebaaa aproveite mesmo, q o Rio Grande te espera de braços abertosss!! Bjoo